Arquivo da tag: natal

Hey, quanto tempo..

Primeiramente queremos desejar um Feliz Natal p/ vocês. E que 2011 seja um grande ano para todos!!

Desde o último post (22/01), milhares de coisas aconteceram conosco. Pode-se dizer que foi um grande ano para nós dois, várias realizações, conquistas, algumas frustrações, alegrias, tristezas, enfim.. Aquela coisa toda. Foi um ano bem corrido e atarefado para nós dois.

Hoje estamos aqui na minha casa (Bruna), o Matheus está lendo o livro que ganhei de amigo secreto, A Menina que Roubava Livros. Passaremos o reveillon na casa dele, e depois voltamos pra cá, pois dia 13 é minha formatura. A ficha ainda não caiu, mas já estou morrendo de saudades. Quero só ver como será daqui pra frente.

Na verdade passei aqui pra dizer que estamos bem, e que temos saudades daqui, do nosso cantinho e dos amigos que aqui fizemos. Temos muita vontade de voltar, mas devido ao tempo que ultimamente tem sido pouco fica complicado.

Talvez em breve a gente volte!

Belissimo 2011 para todos!!!!

Beijão,

Bruna e Matheus

4 Comentários

Arquivado em Deles

Voltamos, mais uma vez.

é pessoas. Estamos de volta a rotina normal. Que não é normal né. Mas é nossa.

Voltamos hoje de minha cidade natal, a Bruna conheceu finalmente o berço de onde saiu tamanha perfeição. E viu que não é uma rua só na cidade. São 3. Viu!!

Meu primo se enforcou casou ontem a noite. Fomos na cerimônia na igreja, atrasados pra variar e depois fomos pra festa. Muito legal. Meio que um marco familiar a reunião que aconteceu ontem. Tivemos alguns problemas envolvendo irmãos da minha mãe que não foram muito honestos na partilha dos bens do meu falecido avô e tal. E disso sobraram pilhas enormes de ressentimento, não pelo dinheiro, mas pela atitude. E ontem tivemos reunidos praticamente todos os 7 irmãos em uma celebração e tal. Foi muito legal. Claro que nem tudo pode se apagar mas foi um passo dado em direção a paz que todos merecemos, principalmente minha vó que sofre muito com isso. Acabei conhecendo de verdade primos meus que eu só lembrava de anos atrás e que ficaram distantes por causa dessas picuinhas. E foi legal. Nós primos não temos nada a ver com os problemas de nossos pais. Perdemos muito tempo por causa dessas frescuras, e eu com minha visão família de ser acho isso um absurdo. Vamos tentar nos vermos mais pois são todos pessoas boas.
Era isso então. Completamos hoje 1600 km de viagem entre o dia 22 e hoje. Maratona do demônio. Mas valeu a pena. Estamos de volta, agora aguentem xP

Abraços.
Te amo bebe

Matheus

4 Comentários

Arquivado em Dele

Hipocrisia Natalina + Desafio e Meme

Olá pessoas. Tudo certo? Por aqui beleza. Estou habitando a casa da Bruna já. O que é muito interessante. Porém problemas apareceram referente à praia e tal. Estamos decidindo o que fazer. Pode ser que vamos até amanha ou nem vamos mais. Enfim. Várias variáveis by Humberto Gessinger.

Bom. Hoje vou falar. Vou botar pra fora. Tudo que eu penso dessa merda que é o Natal.

Vim comentar o que venho lendo cada vez mais na blogosfera. O pessoal chorando, reclamando que natal é consumista e tudo mais.

Putz gente. Deixaram de acreditar no Papai Noel e agora vão deixar de acreditar na entidade que o natal é? Nem vou meter o bedelho em coisas de religião. Mas Bah! É festa gente. Uma grande oportunidade de se fazer coisas inesquecíveis. Todo mundo fica mais feliz em dias como estes que estão pela frente. Não custa nada entrar na onda e aproveitar o momento. Sem preocupações e sem preconceitos. Comprem presentes. Recebam presentes. Gastem e dêem lucros para os grandes comerciantes. Mas sejam felizes com isso. Não é quebrando os pratos e pagando de pseudo-intelectual anticapitalista que vamos mudar o mundo, por mais que eu me inclua nessa lista. Sejamos felizes. Deixemos a revolução pra outra hora. Tem tanta coisa pior neste mundo pra se revoltar do que um simples natal. E mais. Tem peru gente. É uma das melhores refeições do ano. Convenhamos! Vale a pena deixar a frescura de lado e privilegiar a alegria.

Enfim. Sobre isso era isso.

Recebemos um desafio da Anny. E ele funciona assim:

1-    Agarrar o livro mais próximo

2-    Abrir na página 161;

3-    Procurar a quinta frase completa;

4-     Colocar a frase no blog;

5-    Não escolher a melhor frase, nem o melhor livro! Utilizar mesmo o livro que estiver mais próximo;

6-     Passar para cinco pessoas!

 

Bom. Eu estou lendo Veias abertas da América Latina, mas o livro mais próximo estava nas mãos da Bruna. E é o que ela está lendo e adorando no momento: Crepúsculo. A frase que caiu no desafio é essa :

 

– Sempre digo a você o que estou pensando.

Nossos escolhidos são:

“Entre Aspas” – da Lyani, descobrimos a pouco tempo, mas achamos que tem tudo a ver com o desafio pelo blog falar de livros e tudo mais.

Meu Baú de Versos Tortos – Aline Lima

Bom Procê – da Jaque

Existencialidades – Da Isa

Na Travessia da Prosa – Do Jhônatas Cabral

 

E ganhamos também um meme. Seis coisas que me definem. Vamos lá

Meu bom humor. Tenho um humor fantástico geralmente. Piadas e tiradas fenomenais XP

Meu mal humor. É. Não tem muito o que falar.

Meu gremismo. \o/ !

Meu amor pelas “coisas”. Família, namorada, faculdade etc..

Minha aparente antipatia. Pessoas que não me conhecem, e nem se preocupam em conhecer, geralmente não gostam de mim.

E a minha arrogância. É. É algo meio Dr.House assim. Não sei explicar. Mas vejo isso em mim. Não sei se defeito ou qualidade, mas invariavelmente me define.

E para responder ao meme escolhemos:

Fraülein em Apurosdo casal Jéssica e Júnior e da Nete

Tudo Numa Coisa SóDa Helô e da Tayla

Garotas DesprogramadasDa Ray, Fee e da Lu

Nas Asas da Borboletada Cíntia

Regganata’s WeblogDa Renata

Vai Entender.. Não?! Da Renata Fernanda

Meus Vinte e PoucosDa Nê

 

Enfim. Era isso gente. Em breve mandaremos notícias pra vocês do que acontecerá nos próximos dias, pois invariavelmente envolve um tempo longe do blog e tal. Rã!

Então até breve!

 

Abraços.

 

Te amo bebê!!

 

Matheus

10 Comentários

Arquivado em Dele

Férias car!#!@!@#

Bah. Bateu o alívio hoje. Estou de férias gente. Quer dizer. Praticamente de férias. Falta saber a nota mas tenho noção de como fui e tudo mais, o que me dá segurança quase total pra começar a aproveitar os louros.

Essas férias mais do que nada são a coroação de uma mudança muito grande que fiz na minha vida. Deixei o ócio de lado para finalmente me dedicar as coisas que são importantes pra mim. O psicólogo ajudou muito nisso. Durante muito tempo eu achei que no fim de tudo seria a mesma coisa. Mesma rotina desde a 7º da série pegando exames no fim do ano. E este foi o primeiro semestre em que eu consegui passar com tranquilidade e principalmente aproveitando a experiência. O que me levou inclusive a,finalmente, ter certeza de que estou fazendo o que eu gosto. Direito !

Bom. Nem sei o que fazer ainda. Vou esperar essa nota e me mandarei pra Bruna. Mas objetivo algumas coisas durante as férias:

Ler :
Ensaio sobre a cegueira – Saramago (again)
Todos os nomes – Saramago
Ensaio sobre a lucidez – Saramago
Veias abertas da américa latina – Eduargo Galeano
Cem anos de Solidão – Garcia Marques.

Ver:
Seriados e filmes enlouquecidamente

Ouvir:
Mais e mais Bob Dylan !

Enfim! Em breve trago novidades das minhas férias ;]

Abraço a todos !

Te amo bebê ;@@@@@

Matheus

8 Comentários

Arquivado em Sem Categoria

Natal,natal,natal…. parte 2

Poizé pessoas. Não foi desproposital meu pedido pra não fazerem pedidos de miss, tipo a paz mundial, no post anterior. Tudo tem um objetivo maior. Tentei disparar o senso capitalista e consumista de vocês pra dar uma dica. Algumas pessoas nos comentários se mostraram avessas a este consumismo. Também sou assim. Então é por estas e outras que vai este post.

Não vou enumerar os pedidos que lí. Vai de tudo. Doze comentários se não me engano. E lendo isso eu me bato com a realidade. A realidade que diz que graças a deus podemos ter a maioria destas coisas. Estes produtos de conforto que nos fazem sentir melhores de alguma forma. Até os mais inúteis, que nos deixam felizes apenas por termos aquilo pra nós.

Então eu venho aqui falar hoje da campanha dos Correios para o Natal. Muita gente já conhece, mas muita gente não. O que é isso? São crianças carentes, que provavelmente não tem as mesmas chances que nós temos hoje na vida, mas que mesmo assim não deixam de sonhar. E sonham de que forma ? Acreditando no Papai Noel. Acreditando em algo que não existe pra poder manter as esperanças elas mandam cartas endereçadas ao velhinho, e estas ficam armazenadas nos Correios para que pessoas como nós possamos pegá-las e respondê-las.

Eu tenho sérios problemas de renda. Pra mim não sobra quase nada de dinheiro. Então é complicado fazer algo deste tipo. Mas lá as coisas não são bem assim. Tem criança pedindo caixinha de bombom gente. Não é dificil. Eu tentarei de todas as formas passar lá esta semana, é perto da faculdade mesmo. E se não der pensarei em alguma forma.

O que não dá é pra fazer essas crianças perderem a fé em algo maior. E este algo maior quem dá somos nós, e não são presentes. Sâo a certeza de que o Papai Noel existe. E para cada um que ajudar fica a certeza de que o Papai Noel somos todos nós !
Vamos fazer a nossa parte. E isso serve de motivação pra mim também, porco gordo sedentário !

Hoje acaba a maratona da Bruna. Então em breve voltamos à programação normal !

Abraços !

Te amo bebÊ ;@@@

Matheus

5 Comentários

Arquivado em Dele

Natal,natal,natal…

Então pessoas. Post rapidinho só pra ter certeza que todo mundo vai ler.

O natal tá ae. Eu já escolhi meus presentes. Pelo menos a parte que vem da Bruna. Dois livros : Veias abertas da América Latina – Eduardo Galeano e Cem anos de Solidão – Gabriel Garcia Marquez. Alguem já leu algum desses ? São bons ?

A Bruna não é uma pessoa indecisa. Aliás ela nem está em dúvida. Ela simplesmente NÃO SABE o que pedir. Se tudo der certo, veja bem porque é altamente provável que não dê, até o dia 24 de dezembro ela me dirá o que ela quer. Mas eu dúvido. Vamos pra praia e ela vai querer que eu compre algo lá. Coisa que eu não admito ¬¬!

Mas então. O post hoje é pra saber o que vocês querem de natal. Nada de presente de miss universo tipo a paz mundial. Usem o lado consumista e deixem a resposta nos comentários. Aliás, o primeiro comentário será o de número 300 do blog. O que nos deixa muito feliz.

Quem ler e não comentar vai ter se corpo miseravelmente cutucado pelo demônio com um espeto enquanto dança de pé em uma chapa de fritar bife !

XP ! Cuidem-se !
Te amo bebê !

Abraços

Matheus

17 Comentários

Arquivado em Dele

Final de ano, despedidas…

natalOlá queridooos! Tudo?

Olha só do jeito que vocês tão falando que homem é tudodebooom de terno o senhorito Matheus vai ficar se achannndo demais hein?! Hahaha

Brincadeiras a parte, vamos ao que interessa. Finalmente estou terminando meu último trabalho, nem eu acredito nisso. Amanhã apresentação e acabou-se, só em fevereiro novamente. Mas semana que vem terei Maratona do meu curso na faculdade, então ainda irei pra lá (segunda, terça e quarta). Provavelmente eu não vá postar durante esses dias, pois irei ficar lá até a noite, mas peço que torçam por mim e pela minha equipe!

Final de ano é mesmo uma loucura né?! Parte da família reunida, outra parte viajando. Aniversários, formaturas, casamentos. Sempre tem alguma maneira de reencontrar pessoas queridas de nosso convívio.

Não sei por que, mas hoje fiquei pensando no quanto eu estava louca pra entrar de férias, me livrar de todos os trabalhos e não ter hora pra fazer nada, principalmente pra acordar e ao me despedir de algumas meninas que não verei mais amanhã e nem durante a maratona me fez pensar no quão complexo isso é. Querer férias sem deixar de ver essas amigas que tu convive pelo menos por parte das disciplinas.

Vocês vão dizer: “Ah Bruna, quanto drama vocês podem se ver nas férias”. E sim podemos, mas a maioria não mora na mesma cidade (pra falar a verdade não tenho nenhuma colega que more na mesma cidade que eu), muitas moram em Porto Alegre, outras moram no interior do RS e durante as férias elas vão pra casa das famílias e muitas pra praia.

Porque despedidas, “até logos” sempre são tão chatos e incômodos? Mas ao mesmo tempo fico feliz de sentir isso, pois isso só me dá certeza do quão queridas essas pessoas são em minha vida. Mesmo que eu me stresse com algumas durante o semestre por causa dos prazos de entregas de trabalho que a gente precisa fazer em grupo e tem aquelas que a gente leva nas costas. Tudo é válido.

Eu fico pensando na formatura (que vai demorar 2 anos ainda) no quão divertido vai ser por ter elas lá do meu lado nos formando juntas 0/ Nós ficamos fazendo planos de participar da comissão, fazer a festa juntas num lugar bacana.

Que coisa né?! Sei que vou vê-las em fevereiro que por sinal nem está longe, mas já estou com saudades de toda aquela adrenalina do semestre, de reclamar dos professores por literalmente nos atolarem de trabalhos e a gente ficar chorando por prazos e quando vê as coisas ficaram para datas bem próximas. Eita coisa de louco.

Mas na verdade não vejo à hora do Matheus vir pra cá logo, já vai fazer quase UM mês que a gente não se vê e isso sim é altamente stressante ;/ odeio ficar longe dele por muito tempo. Começo a ficar com um tremendo mal humor. É muiiiito chato conviver comigo em dias assim.

Não sei se o texto não ficou meio confuso, mas escrevi tudo de coração 😉

Tenham um bom restinho de quinta e uma boa sexta-feira.

Amooor, te amoooo! E sim, tu fica lindo de terno seu bobão!! ;@@@@

Escutando: U2/ Mary J. Blide – One

Beijão a todos!

Bruna

11 Comentários

Arquivado em Dela

A prisão da maldita Rotina…

Olá meus queridos, tudo bem com vocês? Mais um final de semana que chega e cada vez mais o final do ano se aproxima. Fico pensando o quão rápido esse ano se passou e às vezes me assusto, pois parecia que ontem estávamos comemorando a virada do ano 2007/2008.

rotina

As coisas passam tão rápidas e a gente nem nota em função de vivermos numa louca rotina que parece não ter fim, cada vez mais temos mais tarefas, mais prazos a cumprir, mais metas a alcançar, funcionamos no modo automático, pois sabemos que tal hora temos isso e em outra aquilo. Sendo assim os dias vão passando e cada vez mais a gente vai ficando bitolado. O post tem a ver com o que o Matheus já falou aqui “Homens, mulheres e a família na atualidade”.

Eu odeio ter/ “viver” numa rotina, me sufoca, mas é praticamente impossível não viver nela ou fazer da minha vida uma rotina. Afinal de contas todos os dias de manhã eu acordo no mesmo horário e faço todas as coisas do mesmo jeito (até porque de logo que acordo eu não consigo pensar direito, sendo assim tenho tudo praticamente cronometrado até o momento de esperar o ônibus e ir pra faculdade).

É impressionante como as pessoas ficam “afetadinhas” (como diria meu excelentíssimo) com a proximidade do final de ano, eu e o Matheus sempre temos nosso final de ano um tanto quanto “atarefado” mas o desse ano com certeza vai ser o maior de todos. Afinal de contas além de natal e réveillon, temos casamento, formatura e por ai vai. Sem falar que dia 13 e 14 temos bodas e aniversário, mas provavelmente o Matheus não venha pra essas comemorações.

O Matheus usa a tática de cada dia ir por um lado da rua e voltar pelo outro, observar as coisas, fazer diferente e tudo mais. Acho isso muito bom, sempre penso em fazer, mas quando vejo já estou fazendo o mesmo trajeto de sempre. É incrível tudo parece um sistema e que se sair da “rota” parece que tudo vai se perder..

E é assim que tudo acontece, sendo que se a gente fizer diferente as coisas vão se tornar mais prazerosas por estarem sendo vistas de outra maneira, mesmo que a gente esteja correndo contra o tempo as coisas tendem a ser melhores e não tão chatas quando como fizemos tudo sistematicamente.

Bom pessoal amanhã de manhã ao que tudo indica sairei da rotina, irei pra praia (litoral gaúcho mesmo), “espairecer”. Quem vê até pensa que eu não tenho nada pra fazer ¬¬ invenção de moda dos meus pais, mas com esse calorão que tá fazendo aqui a semana inteira não dá pra querer mesmo! Vou ir pra praia e o Matheus já quer por as maguinhas de fora e sair na “night”, pra vocês verem como são as coisas né?!

Ah, o Matheus falou que fui ao médico, então só para avisá-los está “tudo bem”, preciso tomar um remédio e comer comidinhas leves, nada de exageros e tudo voltará ao normal.

É isso então meus queridos, tenham um belo final de semana, que a chuva dê trégua aos catarinenses e que ela apareça por aqui! E que o Matheus cuide muito bem do blog e principalmente se cuide e tudo mais. Se não puxarei as orelhas depois ;P

Matheeeeus, te amo minha malinhaaaaa!! ;@@@@

Beijão,

Bruna

7 Comentários

Arquivado em Dela

How does it feel ? How does it feel ?

E aí pessoal. Cá estou eu denovo. Depois de umas férias desprogramadas que tivemos ae. Mas enfim. De volta a rotina normal.

Primeiro gostaria de tecer alguns comentários sobre tudo que aconteceu. Brigamos sim. Foi feio sim. Demais até. E tudo aconteceu despretenciosamente sabe ? Nunca tivemos grandes problemas na nossa relação, lá no ínicio tivemos alguns com a concorrência entendem ? xP Poizé. Mas minha qualidade transpareceu e a dela também e acabamos nos afastando dos outros interessados e começamos o namoro. Mas o problema de tudo, e o problema desta vez, são as pequenas coisas. Aquelas coisinhas minúsculas que nos deixam encomodados mas não o suficiente pra suscitar uma conversa a respeito. E isso tudo acumula demais, e acaba estourando alguma hora ou outra. Nossa cota estourou domingo. Depois de 2 anos e alguns meses de namoro. E foi cruel. Eu fui cruel. Admito. Tomei uma postura mais forte nesta discussão do que o normal e coloquei ela na parede. Desta vez da forma ruim. Não da forma sensual xP.

A questão principal da briga já foi até discutida aqui. Achamos que fosse algo superado mas a experiência diz que as coisas não são tão simples assim. Ciúmes, cobranças, falta de atenção foram os motivos principais. E nestas horas um turbilhão de outras coisas vem à tona e tudo parece encomodar de fato. Tenho problemas sérios com algumas amigas dela. Não as da faculdade, que eu acho muito legais, nem algumas da infância. Mas algumas amigas. Enfim. Não sei se a Bruna entende isso. Mas é meio que um senso de conservação.

Enfim. Passou. Agora nossas preocupações tomam outro foco. De fato o fim de ano é um terror. SEMPRE. Até o dia 20 pelo menos. Tanta coisa pra fazer em tão pouco tempo. A faculdade aperta, todo mundo fica estressado aqui em casa. Mas também. Aqui todo mundo é estudante. Minha mãe é mestranda, meu pai acabou o mestrado agora esta semana, eu sou acadêmico e meu irmão tá nas pilhas dos cursinhos pré-vestibulares. Então rola umas cara de bunda, umas reclamações e tal. Mas é normal. Natal vem aí. Reveillon vem aí. E dae férias. Odeio praia gente. Odeio areia e mar. Ecat. Mas adoro sair de férias com a família. Ir pra praia, pra cidade, dormir até tarde enquanto todo mundo tá na praia e sair de tarde pra passear. Isso é tri.

Mas então vou passar aqui pra vocês nosso etinerário provável do fim de ano. Quando acabarem minhas aulas, incluindo possíveis exames, despachar-me-ei pra cidade da Bruna. Ficarei lá até o Natal. Passaremos com a família dela desta vez. Dia 25 rumamos pra minha cidade juntos, dia 26 temos um formatura do marido da minha prima aqui. Dia 27, de ressaca, viajamos pra minha cidade natal, que fica a uns 300 km daqui para o casamento de um outro primo meu. Detalhe. No mesmo dia do casamento tem uma festa dos antigos colegas de trabalho do pai. Vai ser puxado. Ae dia 28 rumamos de volta. Recebemos os pais da Bruna e passaremos todos o reveillon aqui. Vai ser corrido. Mas vai ser diveritdo !

E viva. Viva as visitas do blog que tão bombando. Meio que inacreditável já. Parece que me lembro de ter escrito o post das 1000 visitas. Ou foi a Bruna que escreveu ? Sei lá. Mas eu me lembro. E agora estamos prestes a escrever o de 5000 em alguns dias. 200 comentários. Enfim. Sem palavras pra agradecer a todos que vem aqui nos ler e que compartilham suas histórias conosco. E quem visita e não comenta vai queimar no mármore do inferno ! hahahah ! Risada diabólica.

Abraços a todos !

Ao som de – Bob Dylan – Like a rolling stone – Nova paixão !

Te amo bebê ! Vamos em frente mais uma vez !


Matheus

19 Comentários

Arquivado em Dele