Arquivo da tag: Amor

Aprendizado do amor…

Estava eu, quinta-feira passada deitada em minha cama escutando o programa Pijama Show da rádio Atlântida, agora o horário mudou e começa à meia noite, e nele há um espaço chamado Pijama Místico, onde ao inciar um novo dia o locutor Everton Cunha (Mr. Pi) lê alguma mensagem. Eis que naquela quinta ele lê a seguinte mensagem…

Aprendizado do amor

Diz a lenda que o Senhor, após criar o homem e não tendo mais nada sólido para construir a mulher, tomou um punhado de ingredientes delicados e contraditórios, tais como timidez e ousadia, ciúme e ternura, paixão e ódio, paciência e ansiedade, alegria e tristeza e assim fez a mulher e a entregou ao homem como sua companheira.

Após uma semana, o homem voltou e disse:

Senhor, a criatura que você me deu faz a minha vida infeliz.

Ela fala sem cessar e me atormenta de tal maneira que nem tenho tempo para
descansar.

Ela insiste em que lhe dê atenção o dia inteiro… e assim as minhas horas são desperdiçadas.

Ela chora por qualquer motivo. Facilmente fica emburrada e fica às vezes muito tempo ociosa. Vim devolvê-la porque não posso viver com ela.

Depois de uma semana o homem voltou ao Criador e disse:

Senhor, minha vida é tão vazia desde que eu trouxe aquela criatura de volta! Eu sempre penso nela: em como ela dançava e cantava, como era graciosa, como me olhava, como conversava comigo e como se achegava a mim.

Ela era agradável de se ver e de se acariciar. Eu gostava de ouvi-la rir.
Por favor, dê-me de volta.

Está bem, disse o Criador. E a devolveu.

Mas, três dias depois, o homem voltou e disse:

Senhor, eu não sei. Eu não consigo explicar, mas depois de toda esta minha experiência com esta criatura, cheguei à conclusão que ela me causa mais problemas do que prazer. Peço-lhe, tomá-la de novo! Não consigo viver com ela!

O Criador respondeu:

Mas também não pode viver sem ela. E virou as costas para o homem e continuou o seu trabalho.

O homem desesperado disse:

Como é que eu vou fazer? Não consigo viver com ela e não consigo
viver sem ela.

E arremata o autor: Achei que, com as tentativas, você já tivesse descoberto.
Amor é um sentimento a ser aprendido: É tensão e satisfação – É desejo e hostilidade – É alegria e dor – Um não existe sem o outro.

A felicidade é apenas uma parte integrante do amor. Isto é o que deve ser aprendido. O sofrimento também pertence ao amor. Este é o grande mistério do amor. A sua própria beleza e o seu próprio fardo.

Em todo o esforço que se realiza para o aprendizado do amor é preciso considerar sempre a doação e o sacrifício ao lado da satisfação e da alegria. A pessoa terá sempre que abdicar alguma coisa para possuir ou ganhar uma outra coisa.

Terá que desembolsar algo para obter um bem maior e melhor para sua felicidade.

É como plantar uma árvore frente a uma janela. Ganha sombra, mas perde uma parte da paisagem. Troca o silêncio pelo gorjeio da passarada ao amanhecer.

É preciso considerar tudo isto quando nos dispomos a enfrentar o aprendizado do amor.

Walter Trobich

Eu achei muito linda  a mensagem que este texto passa e achei interessante trazê-lo pra vocês, o que o Mr. Pi leu era um pouquinho diferente, tinha uns detalhezinhos a mais, mas não consegui achar aquela versão.

O Matheus pediu pra mim colocar um asterisco dizendo que ele acha esse texto um tanto feminista (¬¬), mas eu digo que ele não pode reclamar, pois ele já fez tantos posts super, hiper, mega machistas aqui e eu nem reclamei ;P haha

Quinta ele cheeeeega, finalmente 0/ Almoçaremos no Subway e se tudo der certo levaremos minha afilhada no cinema a tarde pra assistir a Era do Gelo 3 ;P e ele fica a semanaaaa inteira aqui. Pena que minha aula inicia na próxima terça, fazer o que né?! ;P

Amoooor, te amoo!!!

Beijão, Bruna

4 Comentários

Arquivado em Dela

E faz frio nesse Rio Grande, Tchê!

005 - Cópia

Olhaaaa gelinhooo ;P

Só pra ilustrar pra vocês o pátio da minha casa, ontem pelas 8 horas da manhã. Eu dormindo bem bela quando minha mãe adentra o quarto enlouquecida: “Bruna olha a geada, olha a geada”, antes mesmo de eu acordar ou falar qualquer coisa ela abre a janela pra mim ver a dita geada.. hahaha.. Que maravilha, esses últimos dias tem sido dignos do legítimo frio gaúcho e olha que nem na Serra eu moro. Aqui na minha cidade fez cerca de 0º e na do Matheus pelo que vi foi de -2º.

Enquanto meu excelentissimo namorado está na casa do primo jogando “play” e depois vai jogar futebol com os amigos, eu tô aqui baixando várias músicas (porcarias na verdade) e upando pra vocês 😉

Bom restinho de domingo e boooa semana a todos!

Amore, bom jogo pra você. Te amooo!!

Beijão, Bruna

3 Comentários

Arquivado em Dela

O Rock´n´Roll e a Beleza. Um estudo sobre a música de verdade e a estética.

Introdução:

Olá seres do abismo internético, bloguistico, twiterístico e afins. Venho por meio deste dizer que aqui no meu pago fazem aproximadamente 2º positivos, com tendência de, durante essa madrugada, as temperaturas chegarem a pelo menos 4º negativos. Isso por si só explicaria minha ausência das postagens deste querido blog. Mas creio que vocês queiram mais de mim. E sim. Eu darei. A verdade é que tenho estado sem saco. As férias me fazem dormir mais e dormir mais me dá mais sono ainda.

Isto posto considerei fazer este post por uma circunstância especial. Eu inventei essa teoria. E eu gostaria de mostrar pra todo mundo o quão genial, científico e coerente eu sou. Então vamos lá.

1.1  Do Rock

Sim. Rock´n´Roll. Vocês que pacientemente passam os olhos pelas asneiras que eu escrevo neste espacinho já devem ter atentado para o fato de que este estilo é meu estilo musical preferido.

Guitarras. Baixo. Bateria. Vocal esganiçado e letras que, apesar de as vezes não fazerem o mínimo sentido, transmitem sentimentos e emoções fortíssímas.

E é por isso que eu gosto do Rock. A música me faz sentir adrenalina, me dá motivação, me deixa apreensivo, me faz pensar nas letras. Enfim. Qualquer coisa que me toque dessa forma merece apreciação e é por isso que eu admiro tanto este “ramo” músical.

1.2 Da Estética

Vivemos em um mundo de aparências. Onde ser bonito é o suficiente pra ser alguém na vida. PONTO.

1.3 Do Rock e da Estética

Agora vem a teoria pesada. PESADA MESMO. E ela sai de uma simples pergunta : – Porque pessoas bonitas não podem fazer um Rock de qualidade?

SIMMM Amiguinhos. Não existe roqueiro de verdade bonito. E eu vou provar isso através de fotos dos maiores ícones da música MUNDIAL! Vamos aos fatos!


Olha o Mick e seus amigos. Não salva um. Uma das maiores bandas da História.

Meu Jesus. Led Zeppelin. A banda que tem a música que tocará na minha formatura. A banda que compôs a mais bela canção do Rock mundial. E sim. Parecem umas tias travecas velhas. O que é isso Jimmy Page?

Ramones. Nunca foram do meu agrado. Mas tem história. Esse da direita nem humano parece.

Bob Dylan. MESTRE. Tá. Ele tem estilo. Mas é feio certo?

E agora a mais forte prova da minha teoria!

Tá.Vocês podem me dizer que o John e o Paul são bonitinhos. E de fato são. Temos que admitir. Porém, AHHH porém. Essa foto é da primeira fase dos Beatles. Onde eles só faziam sucesso entre as guriazinhas cantando Love me Do e Twist and Shout. Músicas bestas.

Foi só quando Jonh e Paul “enfeiaram” que os Beatles se tornaram a maior banda da história!

ÉÉÉ! Depois de descerem do pedestal de beleza adolescente os Beatles compusermam músicas como Hey Jude!, Let It Be, Eleanor Rugby, Helter Skelter, Revolution etc.. John ficou mais feio ainda e compôs Imagine. Só IMAGINE!

Mais provas para que? Está tudo na nossa cara. Como demorei tanto para perceber?

1.4 Da Conclusão do Estudo

Somando tudo isso. A teoria por trás do Rock, a estética no mundo novo, as bandas enumeradas, as fotos, só posso chegar em UMA conclusão.

PRECISO DE UMA GUITARRA!

By Matheus Lopes

Amo te bebe ;@@@@@@@@@@@

7 Comentários

Arquivado em Dele

Para descontrair…

Já queria ter upado esse vídeo pra vocês segunda, mas em função de outros acontecimentos acabei não postando. Achei tão fofo e divertido, até comentei com o Matheus que o bebê dança melhor que eu.. hahahha

____________

Pedimos desculpas pelo sumiço aqui no blog, mas de fato estamos aproveitando as férias, fazendo NADA. O Matheus estava de férias temporárias do estágio pq a chefa dele tava com gripe Suína e estava de molho em casa, mas ontem ela voltou a trabalhar e ele também.

E eu que achei que a gente não passaria alguns dias juntos nas férias recebi ontem a notícia que ele vem pra cá dia 30 e fica até dia 08 ou 09. Infelizmente  minhas aulas começam dia 03 de agosto, mas está ótimo, poderemos nos curtir bastante ;P Dia 1º temos formatura dos meus amigos aqui e dia 08 temos formatura da prima do Matheus em Garopaba, ainda não sabemos como iremos fazer, mas no fim tudo dará certo. ;P

Enquanto minhas férias continuam eu sigo administrando nossa empresa de brinquedos no Desafio Sebrae, enviando decisões umas duas vezes por semana, fazendo Patchwork, Origami e alimentando cada vez mais o meu vicio: jogar The Sims 2..

Ahhh.. pra quem ainda não sabe estamos no Twitter

É isso então 😉

Boa tarde a todos.

Amooor, bom estágio! Te amooooooo!!

Beijão, Bruna

3 Comentários

Arquivado em Dela

De tudo um pouco!

Vocês tão vendo a brabeza do meu namoooorado?! Se vocês soubessem o quanto eu tô rindo desse guri… Meu pai.. que divertimento!! hahaha quero só ver como vai ser no dia da festa!

Gente do céu, quinta-feira agora vai fazer duas semanas que tô em casa de férias e vocês não fazem noção do quão entediada eu estou. Sério, é demais não tô fazendo nada de útil e pra completar estou tendo muiiiita dor de cabeça ¬¬ essas que estão inclusas no pacote tpm, mas a dita tpm passou e as dores de cabeça não, estão aqui me enchendo o saco.

Tenho aproveitado pra dormir bastante, ainda mais com esse frio que está fazendo por aqui. O Matheus tá semi de férias, ainda precisa fazer exame de uma disciplina que é quinta agora e depoiis é féééérias também. Mas provavelmente ele não virá pra cá por causa do estágio dele, provavelmente ele vá pra outro escritório e o cara pode chamar ele a qualquer momento, então vou ficar sem meu xuxu, sozinhaaa. Que droga ;(

Enquanto isso eu sigo fazendo meus patchwork, tentanto fazer com que as pessoas da nossa equipe do Desafio Sebrae respondam meus e-mails, mas o retorno desses é impossível. A nossa equipe sou eu, Matheus, meu pai e dois colegas da faculdade dele, mas os únicos que respondem sou eu, Matheus e meu pai. ¬¬ é triiiiiste, mas até que tá divertido administrar um empresa de brinquedos. Ano passado nós já “participamos” com minhas colegas, mas com a correria de final de semestre e tudo mais o Matheus acabou esquecendo de enviar uma decisão, aí caimos fora logo nas primeiras rodadas.

Bom, é isso meus caros, tenham uma booooa tarde!

Amoooor,  bom estágio 😉 Te amoooooooo!

Beijão, Bruna

5 Comentários

Arquivado em Dela

Do fundo do baú..

Oi queriiidos, tudo bem? Estamos completamente sumidos, mas vivos. E eu estou de férias.. por isso que o blog ficou um tempinho abandonado, tava curtindo meu início de férias fazendo NADA. Bom, o Matheus tá nas correrias loucas de final de semestre com milhões de provas e trabalhos que tem entrega praticamente no mesmo dia.

A questão é que, tô ajeitando meu pc, fazendo backup, essas coisas todas. E eu seeeempre guardo milhões de quinquilharias, tudo que vou achando interessante pela internet vou salvando, resultado é igual a milhões de pastas com arquivos que por muitas vezes nem eu me acho neles.

Maaaaas, nessas andanças de fuçar em tudo eu me deparo com a pasta Buny&Maths e lá encontro muiiiitas coisas nossas do início de nosso namoro.. Então hoje, vou contemplar vocês com alguns depoimentos que trocamos no orkut.. Hoje se torna muiiito engraçado ver a maneira como a gente escrevia a três anos atrás…

MatheuS: Grandi guria !!! UAEhuaehueahu tava pensando se vale a pena mesmo falar bem de ti no depoimento porque as pessoas leem isso né , e assim a concorrencia aumenta e tal aeuehauea xP Capaz guria , exaltar tuas qualidades eh obrigação de quem te conhece ! Eii baita surpresa te conhecer assim do nada e do nada mesmo descobrir um monte de afinidades e gostos em comum . Transmissão de pensamento e tudo mais né ?? uaheahuea ;] Eh mto bom ser teu amigo e estou morrendo de vontade de te conhecer , qualquer dia tu sabe que eu sou louco o bastante pra desembarcar ae em CB intão me espera ae aehuehuea. Linda , querida , simpatica , alegre d+++ , sabe deixar alguem feliz etc.. etc… etc… xP . Ti gosto¹²³³³²¹³³¹² ;************ (21/02/2006)

Bruna: Promete que não vai esquecer disso NUNCA??? Olha, olha..
Se responder errado eu anulo a questão ~ by maths 😉

Eiii, outra coisinha MEGA importante..
Tô aqui pra TUDOOOO que tu precisar.. TUDOO MESMO.. tu sabe disso, mas não custa repetir!!! E tu tb sabe que não importa a hra.. “Tda hra eh hra” ;xx né?? hehe

gOOOOOOOOOOrdooo ;xx
te amoo!!!! MUITO³³³!!!!

Vou levar voce….

;@@@@@@@@@@@@@@@@@@@
TE CUIDAAA BABYYY!!!!

BeijãOOO da bRuuuu ~ PPBMML ~ ;DDD (07/06/2006)

MatheuS: Noites e tardes viradas papeando , bobagens , assuntos sérios , planos , brigas , risadas enfim … cada segundo contigo é inesquecível e perfeito … E cada dia que passa , cada conversa que a gente tem eu tenho mais certeza do meu amor por ti guria ! Tu é phodaaa !!

“ eu tenho tanto pra lhe falar mas com palavras n sei dizer , como é ( imenso , hiper , mega , big , ultra , super … ) grande , o meu amor por você ( meu bebe ) … ´´

Só queria te dizer mais uma vez que estou aqui pro que tu precisar , e que te amo mto e pra sempre bru … ;@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@

Vidaaaaaaaaa ! Matheus Lopes – PPBM (22/05/2006)

Bruna: casualidade? conhecidencia? destino? TALVEZ!!!
não há explicação pra tantas coisas (desejos, pensamentos..) que aconteceram, acontecem e que ainda irão acontecer conosco! E por mais que eu me esforce querendo encontrar palavras pra tentar definir o que eu quero te dizer, é impossivel achar.. pq é diferente, é intenso, IMENSO.. talvez gestos… mas mesmo assim é pouco perto da grandesa do sentimento.. NÃO TEM EXPLICAÇÃO!
Como pode.. +- 300 km de distancia.. mas mesmo assim SINTONIA total, sempre..

“Todos os dias a todo momento.. Eu estou ligado em vc! Nas horas dificeis, nas horas alegres, na paz eu quero te ver!! QUERO TER VOCÊ AQUI, OUVIR A SUA VOZ.. E ETERNAMENTE AO SEU LADO ESTAR, ASSIM VOU FICAR, na PAZ, na PAZ, na PAZ”

Matheuus..

NOSSA vida é feita de “conhecidencias” ou destino, tanto faz.. e foi por causa dela(o) que tu entrou na minha.. nunca imaginei NADA parecido.. tu chegou de mansinho.. e de mansinho foi se “instalando” no meu s2.. os dias foram passando.. e a cada dia, tu ia conquistanto a minha confiança.. e olha a que ponto chegamos.. hããã
é inexplicavel neh..
Guriii.. tu é a “coisa” mais importante e especial que existe na minha vida.. Tu com esse teu jeitinho.. q de timido não tem nda.. Tu me deixa muito feliz, me faz feliz.. seja qdo tá rindo kmg das besteiras que falo.. ou quando tá me xingando (“aiee, não me xingaaa” ;p) ou então quando tá lá no msn lendo minhas neuras, depre’s.. tdo preocupado e tal pronto pra me arrancar um sorriso de qqr jeito, e tu consegue.. ;DDD
Mas quando pega pra teimar.. pqp me ganha fácil, isso que sou teimosa neh.. Rei do drama que tá lokooo.. haushaius!!
Ei.. eu seria capaz de escrever um livro cm tdo que tenho pra te falar.. Mais um livro neh…
Meuuuu bobinho ;p
Qtas tardes, noitees a fora tc.. rindo, falando besteira.. falando sério.. planos.. briguinhas.. ciumes.. enfimmm!!!
“vc é algo assim, é tudo pra mim”
Não tenho dúvidas disso!!

Maths 😉
TE AMO!!! 4ever&after!!! ;DDDD (07/06/2006)

Bom início de semana e booooa tarde!

Amoooooooooooor, te amoooo!

Beijão, Bruna.

OBS: tem muiiiitos desses depoimentos, selecionei só alguns pra vocês verem, também peguei aleatoriamente ;P beeeijos

6 Comentários

Arquivado em Dela

Três anos atrás…

Era o dia primeiro de julho de 2006. Vocês lembram o que vocês fizeram durante este dia? Eu lembro.

Naquela madrugada fria meu celular despertava pra acordar alguém que não tinha conseguido dormir. Cumpriu sua obrigação de mostrar o horário pra levantar, mas não pra acordar. 4 horas da manhã. O coração saindo pelo boca, o frio fora das cobertas, o medo do desconhecido.

Entrar no chuveiro foi uma atitude corajosa, mas que eu, até então portador de quase longas madeixas castanhas de cabelo, tive de tomar. Afinal de contas durante o dia de hoje eu não poderia ter um fio de cabelo fora do lugar. A primeira impressão é a que fica certo?

Fiz a barba só pra dizer que fiz. Desde quando um moleque de 18 anos tem barba de verdade? Tem no máximo algo parecido com um bigodinho fino. E o pior, as espinhas. Putz! Fazer a barba naquela época era um convite a que espinhas e cravos eclodissem pela minha cara.

O silêncio aqui em casa era sepulcral. Aliás, em lugar nenhum se ouvia barulho. Não é horário de gente de bem estar fora da cama. Meus cachorros, que na época eram apenas 2, se recusaram a se levantar pra me dar bom dia de tanto frio e sono.

Chamar um táxi e rumar pra rodoviária. Procurar um ônibus que eu nunca tinha pego. Ver gente que eu nunca tinha visto. Embarcar e sentar em um lugar que seria meu companheiro de longas noites e longas manhãs pelos próximos três anos. E quem disse que eu dormia como hoje eu durmo? Sentar em um ônibus e andar nele dez km´s é mortal pro meu sono.  Caio dormindo e sonhando rapidinho. Mas não naquele dia.

Saber que só chegaria ao meu destino perto das 11 da manhã não fazia diferença. Olhar pela janela pra ver se eu já não tinha chegado, por um erro do motorista ou por uma informação passada errada,  foi minha atividade preferida naquelas 5 horas. As mãos suadas já sem unhas desde os primeiros segundos da viagem seguravam o celular que teve a bateria gasta de  tanto ligar procurando pelo relógio.

A chegada triunfal. Bom. Nem tão triunfal assim. Rodoviária vazia. Ninguém me esperando. Mas era parte do plano, estava tudo combinado. Mas se imaginem na minha situação, saltar de um ônibus em uma cidade que tu nunca viu nem em foto,  pegar um táxi que tu nunca pegou, mandar ele ir pra um shopping que tu nunca viu e nem sabe onde é, pra encontrar alguém que tu nem sabe se estará lá ou virá ao teu encontro. Tenso.

O Shopping lotado em um sábado de manhã só me deixou mais louco. Cada pessoa que passava ao meu lado podia ser quem eu esperava. Mas nunca era. Eu de mochila com roupas nas costas, sentando num banco, já pensava que tinha feito papel de bobo. Que hoje à noite, quando voltasse pra casa, ia ser motivo de piada pra todo mundo na internet : – O besta que foi enganado.

O telefone toca. Um atraso justificado. Seria isso uma garantia? Não sei. Mas se não fosse eu não iria ao ponto de encontro marcado. Na frente das Lojas Renner, brega não? Me refugiei em outro canto do shopping. Um jogo da Copa do Mundo me distraia por poucos segundos, até eu perceber a minha situação. Meu telefone toca.

– Cade você?

Ela estava lá. A menos de 100 metros de mim. Meus passos rápidos nunca pareceram tão lentos. O tempo é realmente relativo Einstein. O que pra algumas pessoas demorou milésimos de segundo no mesmo momento demorou horas pra mim. Um longo corredor e uma curva. A última curva de uma vida.

Virando aquela esquina pude ver aquele metro e meio de pessoa. Dez passos dela, dez passos meus. Um sorriso nos lábios e os olhos transbordando. Aquele olhar, aquele sorriso, eram o fim de várias coisas. Da minha vida como adolescente abostado. Da vida dela como patricinha baladeira (ela vai adorar ler isso). Da nossa vida de namorados virtuais.

Mas o que veio depois foi um começo. Aquele beijo rápido. Nossos lábios se tocando. Nossos corpos se grudando com uma força inacreditável, mas também com uma sensibilidade tocante. Talvez para as pessoas que pagavam seu crediário nas lojas renner aquilo não fosse nada. Mas pra nós era o mundo.

Ter os planos de almoçar no shopping, conversar, ir pro hotel, pra depois conhecer a família dela foram pro espaço meio segundo depois do beijo.

– Meu pai tá aí fora e vai fazer churrasco pra nós.

Ela me arrasta pelas prateleiras de calcinhas e cintos da Renner, abre a porta do carro.

– Prazer Matheus

– Prazer Luís.

E foi assim. Três anos atrás, exatamente por essa hora, perto das 11 da manhã. Tudo isso teve inicio.

Três anos atrás o primeiro beijo foi dado.

Três anos atrás os primeiros passos foram caminhados.

Três anos atrás eu oficializei um pedido de namoro, que já era mais do que um simples namoro na realidade, em uma fruteira de um mercadinho de esquina.

Três anos atrás minha vida mudou. Quando eu caminhei pra casa hoje tentei lembrar quem eu era antes daquele dia. Sabem que eu já nem sei mais? Eu comecei a existir depois do dia primeiro de julho de 2006. E é só disso que me lembro.

Fica aqui meu parabéns pra nós dois amor. Ambos sabemos que três anos não são nada perto do que ainda temos pra viver. Mas de qualquer forma são passíveis de comemoração. Infelizmente não estamos juntos mas estivemos e comemoramos já.

Obrigado por me tornar no que eu sou. Sei que não é grande coisa mas com certeza quase tudo que tenho de bom eu devo à ti. E é por essas e outras que eu espero melhorar muito do teu lado. Crescer como pessoa e como namorado.
te amo minha vida.

Maths

14 Comentários

Arquivado em Dele

Programação…

Bom meus caros, está tudo acontecendo da maneira como deveria acontecer.

Cheguei aqui no Matheus ontem, depois de uma viagem conturbada, putz e como, olha que deu medo hein?! É foda viajar com gente louca.. Mas enfim…

Bom, ontem teve a janta/ festa de niver dele, estava bem boooooom!

E hoooooje…

Provavelmente iremos no cinema… Depois vamos sair pra jantar e comemorar nossos 3 anos de namoro que na verdade se completam no próximo dia 1°, mas como não estaremos juntos comeoraremos nesse finde. E depois da janta iremos sair com meu cunhado e a namorada e com a prima e o marido pra se divertir um pouquinho..

Então cuidem-se, aproveitem o frrrrio. Bom finde!

Amooooor, te amo!

Beijos, Bruna.

5 Comentários

Arquivado em Dela

Crianças..

007

Ahh, tem coisa mais fofa e mais querida?
Essa é a Gabi, minha afilhada, hoje ela está fazendo 4 aninhos. Nem parece que moramos na mesma cidade, sou uma dinda desnaturada, são raras as vezes que vejo ela, mas sempre que vejo é uma alegria constante.
Essas criaturinhas enchem nossas vidas, nos contagiam com um simples gesto que muitos de nós adultos esquecemos do quão bem eles nos fazem. Cada vez que encontro ela, lembro quando fui com meus tios ver o sexo na eco.. ahh como me emocionei.. Sou uma manteiga derretida mesmo. Hã!
Enfim… Não entendo quem tem aversão a essas coisinhas indefesas!
Gabi meu bem, feliz aniversário, obrigado por contagiar nossos corações! 😉

Bom meus queridos, meu semestre está na reta final, dia 1º é minha última aula.. mas a semana do cão é essa.. Trabalhos e mais trabalhos, quinta tem evento na faculdade, desfile das meninas que vão se formar no final do ano e estarei lá trabalhando, sendo que sexta de manhã tenho banca de um trabalho! Mas sexta a tarde estou indo me encontrar com meu xuxu, afinal de contas quinta é niver dele 😉

Prometo que voltarei assim que der!
Amoooor, te amoooo!!
Beijãooo,

Bruna.

6 Comentários

Arquivado em Dela

Update!

Caralho! Quanto tempo gente!

é. As coisas estão complicadas pra mim. Não tenho tempo nem pra flatular em paz mais. E isso fez com que eu deixasse longe do blog várias novidades da minha vida. Então vamos a um post de atualização da minha situação.

A faculdade tá me comendo vivo. Final de semestre. São 8 cadeiras. Meu círculo de amizades propicia situações únicas, como por exemplo eu fazer parte de um grupo da cadeira de constitucional, que tem que fazer um trabalho pra terça. São 8 pessoas. E quem está fazendo o trabalho? O Matheus e o meu amigo Ijuí. Não que isso seja problema. Eu até prefiro. Pelo menos assim consigo imprimir a qualidade que eu acho fundamental ao trabalho. Coisa que em grupo, no meu grupo, é dificil.

Ainda tenho trabalhos pra essa semana de cadeiras bestas. Trabalhos que eu senti no computador sem saber o que fazer de tão idiota que era o assunto. Enxi linguiça pra Sadia hoje. Tenho prova essa semana. Mas essa é barbada. Gabaritei a primeira então nem preciso me esforçar.

O problema reside em duas cadeirinhas especiais. Processo Civil e Contratos cívis. Primeiras notas nas cadeiras, 5 e 6, respectivamente. Notas necessárias, 9 e 8, respectivamente. Vai ser um terror porque são as cadeiras com mais conteúdo. Mas não pegarei exame.

E tenho que conciliar tudo isso com meu estágio. É. Eu tenho um estágio. Ele é bem alternativo. Não tem muito dia certo nem salário. Mas até nisso as coisas acontecem pra mim. Sentei na frente da chefa semana passada e ela me larga: – Estou indo embora daqui 1 ou 2 meses. Vou pra Londrina.

Ficarei desempregado. Legal não? Eu acho legal. Porque apesar dela quase me enlouquecer pedindo pra fazer coisas que eu nunca vi na minha vida, apesar de eu não ter horários, apesar dela sempre chegar atrasada, apesar dela me dar cano quando eu vou no escritório e ela não vai e, principalmente, apesar de ela não me dar salário ela fez algo fantástico por mim.

Me deu oportunidade de escolher um lugar onde fazer estágio. Me deu duas opções. Continuar neste escritório com OOO CHEFÃO fodão, diretor do curso de direito de uma puta universidade aqui, ou ir pra um escritório de um cara que eu respeito PRA CARALHO, que é o melhor na área e que será meu professor na faculdade.

Era só escolher. Mas eu não escolhi. Eu perguntei. O que é melhor pra mim aprender o máximo que eu puder? E ela disse que era a segunda opção. Já conversou com o cara e eu estou na expectativa de marcar a entrevista pra fazer algo que vai me abrir portas e me dar experiências que poucos colegas/concorrentes meus tem/terão.

ps. A Bruna acaba de lembrar que tenho que trabalhar no Desafio Sebrae também. Legal.

Minha vida tem sido uma loucura. As férias se aproximam mas a cada dia que passa eu vejo elas mais distantes. Tô cansado mas tô motivado. To feliz. Tá valendo a pena pegar busão, caminhar até suar no inverno e afins.

E quarta tem o tricolor. Venceremos, ou empataremos. Mas por favor que não perdamos. Só isso ;]

Quinta é meu aniversário. 21 anos ;]

Sexta a Bruna chega e eu farei uma festuxa. Massa, meu prato preferido. Os convidados, à titulo de presente, contribuem para o vinho.

Sábado eu e a Bruna iremos jantar num restaurante muito bom aqui pra comemorar, previamente, nosso aniversário de namoro.

Enfim. Loucura não? Fiquei tonto só de escrever.

Abraços

Te amo bebe

Maths

4 Comentários

Arquivado em Dele