Riscos. Valem a pena?

Então. Tenho pensado muito nessa coisa de medir riscos. Do risco que corremos pra viajar, do risco que corremos pra ir pra um lugar diferente, do risco que corremos pra sair na rua, do risco que corremos pra respirar. Enfim.

Eu e a Bruna gostamos de literalmente ficar viajando sobre nossos rumos turísticos. A nova modinha, por minha influência é CUBA, tendo em vista ser a terra de um dos maiores fenômenos sociais do mundo, a Revolução Cubana, com todos seus personagens míticos e afins, mas também pela minha nova mania, que são os charutos. E todo mundo sabe que os cubanos são os melhores.

varadero-beach

Ps. Ir pra Cuba pela CVC, ficando hospedados em um paraíso tropical e alguns dias em Havana, com hotel no sistema all inclusive (beba e coma o que quiser e quanto quiser), tá mais barato do que ir pro Nordeste Brasileiro.

Mas bah. Viajei de avião esse ano. Foi legal e tal. Mas é uma experiência encagaçante. Não consegui de parar de pensar putz. O avião da TAM que caiu em SP era exatamente desse modelo. E blah blah. Aquele tipo de coisa que tu não consegue parar de pensar por estar nervoso.

Ae chegamos em Cuba e como será que as coisas são por lá. Podem esquecer o que nós, brasileiros, pensamos da realidade cubana. Da forma como é mitificada eu tenho certeza que não é. Mas é uma viagem ao desconhecido. Desconhecido mesmo. Dá medo. Tu pode ser assaltado na rua, tu pode ser assassinado, tu pode te perder, tu pode te afogar nas águas transparentes de Varadero.

Enfim. Pra tudo, ABSOLUTAMENTE TUDO nessa vida, existe uma possibilidade de dar errado. Qualquer coisa, por mais simplória que possa parecer, tem uma chance de se tornar em uma tragédia.

Mas. Porém. Contudo. Todavia. Entretanto. Isso só prova uma coisa. Que nessa vida, pra morrer, basta estar vivo. Pra algo dar errado basta respirar. O que não dá é pra sacrificar experiências recompensadoras de vida pelo medinho de dar errado.

Quem não arrisca não petisca ( é assim ? )

Quem não chora não mama.

Quem não corre riscos não perde. Mas também não ganha.

Vide o querido Celso Roth que domingo, por puro e simples medo, deu mais uma alegria para o Júnior ¬¬ Técnicocagãodesgraçadofilhodeumaéguavaiemboradesgraçadoteu lugarénumcampoporquetutemamentalidadedeumcavaloseuretardado.

Vivamos. Arrisquemos. Erremos. Façamos tudo isso tendo em mente de que os momentos de acertos decorrentes dessas apostas serão inesquecíveis e farão valer a pena todo o esforço.

Por fim deixo a fotinho do presente que eu quero dos amigos blogueiros no meu aniversário. Dia 25/06 viu. Cubanos.

cohiba3

Te amo xuxu.

Matheus

Anúncios

7 Comentários

Arquivado em Dele

7 Respostas para “Riscos. Valem a pena?

  1. Renata Fernanda

    Entendo bem seu desejo de ir a Cuba. Tenho muita vontade de viajar para o Panamá. Mas, sempre sou criticada por isso. Afinal, você já ouviu alguém dizer “eu quero muito ir ao Panamá este ano!”?? Pois é.
    Acho que não devemos ter medo de viver. Só vivemos uma vez! A hora é agora. Temos que aproveitar enquanto temos saúde e jovialidade.
    Quanto aos charutos… bem, fumar causa câncer. Para você e para quem está perto. A essa parte do post eu me oponho. =)

    Bjo

  2. primeiro: charutos?? como assim?? (ecaaaa.. tu gosta Brunitcha????)

    segundo: vai esperando os tais cubanos.. vai :s

    bjus nos dois.
    inté!!

  3. Ray

    Geeenteee! Cuba é o sonho de consumo de qualquer pessoa que se interesse pelo tema revolução cubana, che e afins. rs. Mentira que está mais barato que o nordeste brasileiro? Nó! Vale muuito a pena.

    Sabe que eu tbm ando pensando muito sobre isso? É que a gente vê cada coisa na tv e nos jornais e a síndrome do pânico parece uma epidemia… estamos todos assustados.

    O fato é que só nos resta viver com qualidade até que encontremos a única certeza dessa vida: A MORTE.

    Aloha,

  4. “És glória do desporto nacional, ó Internacionaaaal”. ♪

    Desculpa aí né cara! Em termos futebolísticos eu sou um agraciado!

    Júnior.

  5. Neo

    haha..

    Como dizem por aí… viver é um risco. Se a gente não viver o risco, não vive…

    Abraços!

  6. Sou totalmente a favor do “Quem não arrisca não petisca” rs
    Bjos,
    Ly

  7. Na minha vida eu nunca deixo de fazer nada com medo de errar.
    Se eu errar,sou humano e todos erram.
    As únicas coisa qe me arrependo são as que eu não fiz por medo.
    Gostei da idéia de ir pra cuba…6~

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s