Infância…

Dae pessoal. Tudo certo? Pois é. Tô me recuperando das doenças, mas nesse calor tá difícil. Previsão de chuva e nenhuma nuvem no céu. Vá saber.

A uns dois dias atrás me peguei como agora, entediado, trocando canais na tv, tomando chimarrão, com aquela cara de quem está só vendo o tempo passar pra ver se aparece algo melhor para fazer. E zapeando passei no Cartoon Network e ví que tava passando o Pica-Pau. Ahhh. Iluminou minha tarde. Perdi a conta de quantos episódios ví, lembrando que são reprises que eu lembrava de ter visto na infância, mas que não deixaram por isso de ser divertidos. A alegria, as risadas das piadinhas bobas… Ahhh… Nostalgia.

E que saudade que me deu. A inocência é algo que não tem preço. Acordar sem ter preocupações de “gente grande”, tomar café, ligar a tv e morgar vendo desenhos da Angélica até a hora de almoçar. Ir pra aula só pra brincar, voltar e jogar bola até anoitecer. Que coisa bem boa. E como coisas simples como Tom E Jerry proporcionavam alegrias simples mas sinceras.

E isso era algo que eu trazia fundamentado na minha cabeça. Que ver desenhos é coisa de criança. Que eu já tinha passado desta fase. Mas naquela tarde que eu passei sentado vendo os desenhos da minha infância eu tive a certeza de que isso não é verdade. Eu pude sentir por algumas horas exatamente as mesmas coisas que eu sentia quando era pequeno. A leveza que aquilo me deu não tem descrição. Percebi que não existe idade. Idade é apenas o tempo passando e o tempo é uma invenção de “gente grande” quadrada. É sempre bom ser criança, é sempre bom cultivar esses laços com memórias boas. Enfim. Aquilo me deixou feliz demais, e me transportou pra outro lugar no tempo, porque durante aquele período que eu estive absorto no sofá eu voltei a ser esse gurizinho aqui :

teteuzinho1

E esse gurizinho não pode ficar pra trás no tempo. Esse gurizinho com cara de malandro pulando a cerca tem que vir pra sempre junto comigo. Porque faz parte de mim, e não é por causa do maldito tempo que passa que ele tem que ficar guardado numa caixinha.

Viva a infância bem vivida. Viva Tom e Jerry, viva Power Rangers, viva Piu-Piu e Frajola. Viva coisas atemporais.

Hoje é aniversário do meu irmão Diego. Então parabéns velho. Felicidades. O listão do vestibular sai quarta. Então que venha de presente ;] !

A Bruna tá dodói agora. Passou de mim pra ela. Então desejem melhoras.

Te amo Bebê !

Abraços.

Matheus

Anúncios

14 Comentários

Arquivado em Dele

14 Respostas para “Infância…

  1. Eu adoooooooooooooooooooro Tom e Jerry! Minha filhinha tb!
    Melhoras e boa semana!
    Fiquem com Deus.

  2. Antes de mais nada, DESEJO MELHORAS PARA OS DOIS! Em segundo lugar: esse domingo eu estava conversando com o meu noivo exatamente sobre Tom & Jerry! Nós assistimos um episódio no Cartoon em que os dois disputam o amor de uma gata sedutora e chegamos a conclusão de que devia ser bem divertido escrever os roteiros!!! Imagine criar a cena na sua cabeça e passar para o papel. Essas pessoas não largaram a sua criança interior no passado. Elas as carregam sempre, exatamente como vc escreveu no post!
    Um grande abraço e melhoras!

  3. Thay

    Nooossa… eu sei como é isso. Pior que a gente vai crescendo e esses simples prazeres vão ficando esquecidos, guardados no báu das nossas memórias como se fossem proibidos para maiores. Até parece que pra gente só sobram as responsabilidades e o estress do dia-a-dia.
    Mas ainda bem que têm esses dias em que a gente consegue voltar a ser criança e relembrar, como voce fez, como é gostoso dar um sorriso e se reenvolver com a ingenuidade e simplicidade de ser simplesmente “gurizinho” de novo.
    Ah, e viva os smurfs, thundercats, he-man, caverna do dragão e chaves (kkkkk, eh, sou velha mesmo!!!)

  4. Bah rapaz.
    Pare de plantar caraminholas revoltosas na cabeça do meu namorado! Tá um cachorrinho sem dono sim, e quando vocês estão doentes é a nossa chance. Falando no bom da coisa, claro. Nada de vinganças… Haha.
    _

    Nossa. Tom e Jerry. *-*
    E Pica – Pau. *-*
    Mas quando eu era criança, eu gostava mesmo era de Pokemon. Toda errada das idéias. 😛

    Mesmo fazendo coisa de oito, nove anos atrás, pouco tempo até… Eu sinto muita saudade de tudo, principalmente do Kinder Ovo, quando era baratinho. 😛

    Lembro da minha avó brigando comigo por causa dos buracos que eu fazia no jardim. Ela dizia que se eu cavasse um buraco bem fundo eu ia aparecer no Japão. Ela dizia isso pra eu ficar com medo de cair no Japão e parar de cavocar o jardim dela. Bobeira, porque foi aí que eu cavava mais ainda. Ora, eu queria sair no Japão. 😛

    Hoje eu vejo como ela tirava bonito com a minha cara e eu lá, com os olhinhos brilhando.
    _

    Não to dizendo que tem coisa com esses blogueiros?
    Tá uma pegação de doença danada, uxi.
    Melhoras pra vocês dois.

    Beijos,
    Madi.

  5. Júnior

    Bah guri!
    Teu post me fez lembrar do He-Man. Até hoje me rasgo de tanto rir, ao lembrar dos “Pelos poderes de Grayskull!” (sei lá como se escreve) que eu gritava em cima da laje com aquelas espadinhas de plástico.

    Quê saudade da minha infância.
    As emissoras reprisam A Usurpadora, Roque Santeiro e Terra Nostra.
    Poxa vida, deveriam reprisar Balão Mágico. Huahuahua!

  6. Incrível como a nostalgia sempre vem em momentos de tédio =)

  7. Ser criança é uma das melhores coisas que existe!!!
    😀

  8. Tom e Jerry, viva Power Rangers, viva Piu-Piu e Frajola

    Eu ainda assisto! ;D
    AmoOo essas coisas de criança,adoro fazer brincadeiras bobas,rir de besteira,ser feliz,sabe?
    Eu costumo dizer que pra sermos felizes não precisamos de muito.
    Um exemplo disso,era qndo eu era criança,eu adorova subir num pé de goiaba q tinha no quintal de casa e ficar lá em cima brincando de qualquer coisa que me fizesse rir!
    E eu tenho certeza que esses foi um dos melhores momentos da minha vida!
    Ser criança é tudibaum!

  9. Deus é pai. Power Rangers nem é do meu tempo!!!
    Quantos anos vocês tem hem?

    Mas eu adorava – e adoro – Tom & Jerry. Vc disse coisas bem bonitas, principalmente em a gente levar com a gente a criança que temos…dá pra pensar muito só nesta frase, viu? Bjs e boa noite, agora vou nanar que esté tarde. Vou ver 10 minutos de Maysa, isso sim. {D.}

  10. Oi querido…
    Postei pra explicar a enrolação daqueles dois.
    E viva ao WordPress Ulrich, se ele de fato existe. KKK

    Beijos, Nete.

  11. Selo pra vc no meu blog!

  12. Neo

    Que onda nostálgica está tomando conta destes blogueiros… afff….

    Escrevi um cadinho disso tbem.. sobre as dúvidas entre brincar de roubar bandeira ou bete.. estressante demais…

    Mas é isso meu brother. O tempo passa, nessa invencionice humana para nos convencer de que viramos adultos e não há espaço para brincadeiras… ledo engano. Continuamos brincando, assistindo pica-pau (minha filha adora! e eu vejo com ela… hehe), tomando banho de rio e na medida do possível, fazendo tudo que dá pra não perder a essência do que fomos… é preciso, como vc disse.

    Ah!! Tem indicação pra vocês no TOS.

    Grande abraço

    Neo

  13. Renata Fernanda

    Falou tudo!! Os desenhos antigos são os melhores!! Bons tempos!! =)

  14. Meninos, ser criança sempre é um dom. Velhinhos como eu assistiram os desenhos de Tom & Jerry quando eram inéditos, hehehe. Mas minha grande paixão era o Papa Léguas. Foi o primeiro desenho colorido que vi na TV. Na casa da vó.

    E me lembro um dia que eu e D. tomamos uma garrafa de Lambrusco frisante e passamos horas (ou minutos, sei lá) se acabando de rir com desenhos do Patolino e Pernalonga…

    Abraços e melhoras, agora para os dois…

    Bruce, o velho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s