A profissão mais antiga do mundo.

E aí pessoal ? Tudo certo ? Comigo tá beleza. Tirando o calor infernal que faz em meu quarto neste momento e que a Bruna está na praia passeando com a família … Mas é a vida não é ?

Hoje vou falar de um assunto polêmico. Abro o portal do Terra ontem e vejo um link pra uma série de vídeos sobre a profissão de acompanhante. Acompanhante é o catzo também né. Novo nome maquiado pra designar as prostitutas. O texto também fala sobre prostitutos, sem nenhuma restrição apenas às mulheres da vida.

O que é a prostituição ? Prostituição é “alugar” o corpo por dinheiro. É usar os dotes físicos advindos da natureza pra faturar algum dinheiro fazendo serviços libidinosos. Amplamente aceita socialmente, tida como algo normal, e interessantemente chamada de a profissão mais antiga do mundo.

Não venho aqui pagar de coroinha. De forma alguma. Sou bem liberal neste sentido, cada um faz de sua vida o que quiser. Toma as suas decisões e arca com as consequências delas. Sempre pensei assim, e sobre a prostituição eu não mudo de idéia. Cada um com seu cada qual. Mas isso não torna essa situação menos repugnante. Mas não, eu não sinto nojo de prostitutas, eu sinto nojo do tipo de gente que as procura.

Isso sim é asqueroso. A prostituição, assim como o tráfico, só existe porque tem mercado. Quando tem gente querendo comprar sempre tem gente querendo vender. É o capitalismo. Mas quem é que procura uma mulher de programa ? Qual o perfil de quem usa destes serviços? Tenho a resposta bem clara na minha cabeça.

Só pra deixar claro que eu estou falando deste tema mas não estou falando de infidelidade ao mesmo tempo ok ? Infidelidade é uma filhadaputice (sic) que eu nem gostaria de perder meu tempo descrevendo.

Pra mim existem 4 tipos de homens que recorrem a este artifício. Três deles são nojentos, e um é apenas retardado. Primeiro caso : O incompetente. Este é aquele cara, geralmente filhinho de papai, que talvez pela criação ou talvez pela aparência, não tem capacidade de pegar mulher naturalmente. Nojento. O Segundo caso : o véio gagá ! Vocês já ouviram falar algum dia de um velho de 60 anos que tenha pago pra uma véia de 60 anos fazer sexo com ele? Esse tipinho usa o dinheiro acumulado durante a vida pra extravasar e pegar as guriazinhas mais novas. Asqueroso. Terceiro caso : O homem de poder. Esse tipo acho que é o mais fútil de todos. É o homem inebriado pelo poder, aquele que acha que está acima dos outros e que por estar nessa posição pode ter o que quiser. Seja com dinheiro, seja com a força. Esse tem os melhores carros, as melhores roupas, e paga prostituta apenas pra dizer que pode.

Mas vamos para o quarto caso. Esse não é nojento. É só interessante. O fetiche é uma coisa louca né ? Tem gente nesse mundo que realmente contrata mulheres da vida apenas por sentir prazer em pagar. Existe gente. Existe. Nessa vida tem louco pra tudo. Então este não é tão reprovável. É só …. mentalmente instável.

Eu só acho realmente triste alguém ter que recorrer a isso. E eu acho triste pra mulher que trabalha com isso, porque podem falar o que quiserem, mas isto é degradante. É se corromper pra ter um pouco mais de estabilidade financeira. Mas cada cabeça tem uma sentença não é ? Não posso generalizar neste aspecto. Esta é a minha opinião a respeito deste mercado que cada vez mais cresce no nosso país. É ruim pra nossa imagem, ruim pra nossa honra e ruim pra nossa moral.

Como a Bruna está viajando amanhã serei eu a postar denovo. Hahahah ! Sofrerão na minha mão !

E dalhe Grêmio ! ( aproveitar que a Bruna não tá pra falar o que eu quiser \o/ !

Abração a todos !

Te amo bebê ! Bom passeio !

Matheus

Anúncios

10 Comentários

Arquivado em Dele

10 Respostas para “A profissão mais antiga do mundo.

  1. Olá Matheus !!!!! Acredito que a prostituição esteja aumentando, não só por causa dos 4 tipos de homens que vc citou, mas também, pela época em q estamos vivendo. Hoje, é triste de acreditar, mas as pessoas estão cada vez mais se afastando do sentimento, vivem mascaradas, não se doam, não se abrem, não se permitem nada. Sendo assim, para essas pessoas, é muito mais fácil procurar alguém com quem geralmente não terão uma relação afetiva.
    beijos, e pega leve com os post heim rsrrsrs
    bom fim de semana !!!!!

  2. É só a namorada viajar que vc vai aprontar no blog neh??
    shaushuash
    Zoa!
    Sabe,eu discordo parcialmente de vc.
    Eu acho esse tipo de “trabalho” uma #%$#4536%$¨!
    Eu acredito que existem milhares de outras foras de se ganhar dinheiro.
    E como vc disse(e disse mto bem,vale ressaltar),isso só existe pq tem mercado.
    Então era só essas mulheres criarem vergonha na cara e procurar um trabalho decente.Sim,decente,pq não acho que isso seja decente.
    Acho que existem muitas outras ocupações dignas e que dão para o sustento de uma pessoa.
    Quem faz isso,ou é pq gosta,ou pq é sem vergonha o suficiente para não procurar outros afazeres.

    bjo

  3. alemoah

    É o que eu digo sobre a quantas anda o mundo…
    Eu não concordo com a prostituição e talvez seja pela criação que eu tive.
    Acredito que o corpo é nosso templo e deve ser respeitado.

    Não consigo aceitar, porém, respeito… O que muitas destas garotas dizem sobre o ter de apelar a esta “profissão” por não terem outra opção.

    Mas é o que tu disseste…
    Cada um faz da vida o que quer e nossa cabeça é o nosso guia, embora também não possa discordar que isto gera uma nódoa terrível para a nossa imagem.

    Concluindo, embora muitos sejam os fatores negativos, acredito que a sociedade não deva julgar, afinal, ela mesma financia isto.

    A tal lei da Oferta e da Procura…

    Abraços!
    Madi

  4. Fee

    Eu tava falando justamente sobre esse assunto, com um colega de tragalho, ontem. Tipo, eu não tenho nenhum preconceito a quem exerce a prostituição, mas eu tenho muita, muita, muita dificuldade pra aceitar as “desculpas” usadas por quem optou por esta profissão. Uma vez, conversando com uma prostituta, perguntei pq ela usava o sexo pra ganhar dinheiro. Ela disse que tinha que cuidar da mãe que era doente e de seu filho, que precisava ir à escola e de todo o resto que as crianças precisam. Aí perguntei se ela tinha tentado outra coisa, eu sabia que ela não tinha um bom nível de escolaridade e tals, mas não acho que isso lhe impediria de tentar a vida de outra forma (phoda!). Perguntei se ela tinha tentado aprender a fazer biscuit, crochê, bordado, cozinhar… bem ou mal, o governo disponibiliza cursos profissionalizantes pra quem quer aprender a fazer alguma coisa. Ela disse que serviços assim não pagam bem. E como eu não tenho aptidão pra continuar conversas que eu vejo que, por causa da outra pessoa, tornam-se vazias, eu só consegui dizer: “- paciência!”.
    Lamentável, né?! As pessoas esquecem que levam consigo a maior máquina existente no mundo inteiro, o cérebro.

  5. Matheus,

    Gostei muito do texto, exceto a parte em que vc fala ‘pegar mulher’. Pombas, pq vcs homens usam esse termo? Fica parecendo que somos uma espécie de presa, a ser caçada. Isso também é meio degradante, entende?

    Entendo que possivelmente os rapazes de bom carácter (como pressinto que vc é) não usariam esse termo se soubessem o quanto é incômodo, fica a dica.

    Acaso gostariam de serem tratados como coisas? (Coisas;objetos são descartados quando não mais têm utilidade). Acho que não.

    Grande abraço aí, menino.
    Dê um abraço na Bruna por mim.
    o/

  6. Lu...crécia

    Matheus,

    A forma como você (e a maior parte do globo) enxerga a prostituição, se baseia em moralismo e este, gera preconceitos.
    Realmente, não há como se pensar em vida humana em sociedade alheia à moral. Mas é possível, com um esforço tremendo, perceber que nem sempre o teu ideal será o meu também.

    Quando se falar em prostituição considerando apenas as mulheres da América Latina, Índia ou qualquer outro lugar de pobreza extrema, a prostituição, em geral, estará atrelada, sim, à falta de oportunidade, de perspectiva etc. Mas é uma atividade que existe no mundo todo e mesmo aqui no Brasil há quem se prostitua por opção e não por falta dela.

    Por ser moralmente mal vista, dificilmente uma mocinha vai bater no peito e se assumir socialmente enquanto puta. (Ops, posso dizer “puta”? ). Justamente por viver em sociedade, ela precisa da aprovação social, ou ter muita grana pra poder não ligar pra isso…

    As pessoas fazem sexo quando querem, mas também fazem quando precisam. Sexo foi, é e sempre será moeda de troca: as prostitutas por dinheiro; as namoradas por agradecimento a presentes, as esposas por concessões (isto sem falar nas atrizes, nas chefiadas e nos homens – que muitas vezes transam APENAS pra sustentar uma determinada imagem.

    E o cara (ou a mulher) que procura sexo pago é alguém que: não quer apego; não quer magoar; não está afim de seduzir ninguém, nem dispensar esta pessoa depois; não quer mais resolver-se vendo um pornozão “in solidum” – que enfim, quer sexo e pode pagar por ele.

  7. Isa

    Eu sempre digo que quem nasce do lado certo do capitalismo não pode julgar prostitutas e traficantes, mas só porque eu sei que isso é o certo. Porque no fundo, no fundo, eu realmente sinto pena, e isso já é um julgamento.
    Acho muito, muito triste o que a sociedade obriga certas pessoas a fazerem, e também não sei se esse é o lado certo de olhar as coisas. Muita gente se prostitui ou trafica, por opção; existem muitos outros empregos por aí, empregos de gente decente, que podem não pagar tão bem financeiramente, mas em honra pagam infinitamente mais.

    Conclusão?

    Sick sad little world, acho. É complicado ..

    Abraço!

  8. Fee

    Se tu queria polêmica… rsrs

  9. Neo

    Eita…

    Polemizou geral hein?
    Por isso não dei meu pitaco aqui.. hahahahaha

    Aí casalzinho…
    Tem selo pra vcs no TOS..

    Abraço do Neo

  10. MEL

    Falar que alguem gosta de abrir as pernas para quem nunca viu na vida é coisa de quem não sabe nada da vida. E acho que a dignidade e o carater estão acima do que a pessoa faz na cama. Puta sempre foi saco de pancada da sociedade hipócrita que na calada vive procurando-as para extravazar os desejos mais pervertidos encubados que deixam escondido e só tem coragem de libera-los com elas AS PUTAS. Por isso parem de tacar pedras e assumam que elas são terapeutas desses doentes que as procuram além de mães , filhas e até esposas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s