Deve haver alguma coisa…

.. que ainda te emocione!

Enquanto fazia minha viagem de volta pra casa, isso não saia da minha cabeça. Esse pensamento vem do show da última quinta-feira, eles cantaram alguns pedacinhos da música Banco da banda Engenheiros do Hawaii, que dá título ao meu post de hoje.

Essa viagem de volta pra casa pra mim foi uma das piores, senão a pior. Como são cinco horas de viagem, normalmente eu durmo pelo menos metade dela e dessa vez se eu dormi meia hora foi muito. Sendo assim eu fiquei pensando muito, viajando.

Pensei na intensidade de que todos acontecimentos ocorrem na nossa vida, estava feliz por toda essa semana juntos, mas triste por ter que deixá-lo em casa e voltar SOZINHA, eu odeio fazer qualquer coisa se não tiver alguma companhia comigo.

Ainda sou muito dependente dos meus pais, creio que isso aconteça pelo fato de eu ser filha única também e por vários outros pequenos fatores que acabam tendo um resultado imenso.

Mas enfim..

Creio que todas as pessoas são felizes ao seu modo, mas me pergunto: como vivem as pessoas rancorosas, aquelas que não sorriem por nada, vivem reclamando de tudo e de todos? É falta de amor? O que acontece com elas?

Pensando nisso eu cheguei a uma conclusão: por mais que essas pessoas não demonstrem afeto e felicidade pra com os outros, lá no fundo, bem no fundinho “Deve haver alguma coisa que ainda te emocione”.

Seja o sorriso sincero de uma criança, o abraço apertado de um amigo, a mão estendida do pai, o colo da mãe, o beijo do namorado ou a ajuda de um colega. Aquela música que te lembra algum momento especial e como a própria letra da música diz:

Uma garota, um bom combate, um gol aos 46. Pijama, nada pra fazer, um vinho tinto, um copo d’água, a chuva no telhado, um pôr-do-sol.. Deve haver alguma coisa que ainda te emocione!

Pensem nisso, a vida pode ter dar algumas rasteiras, mas enquanto isso acontece ela te dá mil motivos pra ti se emocionar!!!

 

Queridos, essa semana o blog volta a funcionar normalmente, peço desculpas pela falta de tempo e não termos conseguido responder os comentários de vocês, mas agradecemos de coração a todos que nos visitam diariamente, o blog é feito especialmente pra vocês, sendo assim tê-los aqui é muito prazeroso pra nós, com certeza é algo que nos emociona!!

Tenham uma boa semana 😉 Beijão a todos!!!

Amoooor, te amooo xuxu ;@@@@@

 

Bruna

 

Ps: Fica o vídeo da música Toda Forma de Poder, no Teatro Bourbon Country em POA, onde tem o trecho da música banco que me referi acima 😉

Anúncios

13 Comentários

Arquivado em Dela

13 Respostas para “Deve haver alguma coisa…

  1. Pois é. acho que é meio complicado essas pessoas. mais com certeza ainda tem alguma coisa que as emocionam.

    Ai, eu tbm ando boiando nas viajens. É só eu entrar em algum veiculo em movimento que eu ja começo a pensar na vida, e dai… Bye bye yaas.
    Começo a pensar em tudo, e sempre vai para no mesmo maldito ponto ;x

    Que bom que voltou (:
    Beijos

  2. Delayla Taylor

    Não sei muito sobre essas pessoas rancorosas e fechadas. Sei que eu era muito tímida e retraída e tinha medo de deixar transparecer minhas emoções.
    A declaração de amor do meu namorado me abrio um arco-íris de cor e vida, e posso dizer que hoje sou mais sensível as pessoas graças a ele.
    Tem tipos de dependências que são tão legais…

    Bjs!!!

  3. betinaa

    Bruna,
    adorei teu post. Me identifiquei muiitoo. Também sou filha única, também me vejo depentende emocionalmente dos meus pais e também odeio fazer coisas sozinha!
    Quanto as pessoas rancorosas, acho que nada melhor que o tempo ou um bom amor pra fazê-las sorrir! Visão um tanto romântica, mas tudo bem!

    Beijos

  4. Samantha

    Pessoas rancorosas = Pessoas infelizes e incensíveis
    Mas como vc mesma disse:” lá no fundo mas bem lá no fundinho… com certeza há alguma coisa q as emocione sim”
    Eu estou sempre sorridente, embora nem sempre feliz… mas a minha sensibilidade como pessoa não me deixa ser rancorosa de jeito nenhum.
    beijão flor

    PS.; estava com saudades tuas

  5. Eu tbm odeio andar sozinha…
    Acho que essas pessoas solitárias devem sofrer muito,ou já se acostumaram com essa vida!
    Bjo flor

  6. Oi Bruna !!! estava aqui lendo seu post, e refletindo, as pessoas estão se fechando, guardando p si próprias o q possuem de melhor……acredito que as emoções devem seguir os mesmos principios do conhecimento, só é valido qdo é transmitido.

    beijos

  7. ei, obrigada pelo elogio 🙂
    e eu realmente sei do que você tá falando, eu também VIAJO nessas horas sozinha, principalmente em ônibus.

    e falta de amor é a coisa mais triste do mundo, mas o lado bom é que ele realmente nunca falta por inteiro ..

    ótimo blog, pelo que andei lendo, continue! eu com certeza vou passar aqui mais vezes 😉

  8. Evelyn

    Que lindo!
    Realmente, deve haver sempre algo que ainda nos emocione!
    Ah, vim agradecer as visitas ao meu blog, muito obrigada ^^
    bjos

  9. Neo

    Este lance de rancor só faz mal pra quem o nutre..
    A vida é curta e cheia de surpresas pra ficar gastando energia preciosa com rancores e politicagens baratas..
    Penso que sim…

    Bom filho a casa torna né?

    Abração!

    Neo

  10. alemoah

    Menina, travei. Lendo o seu post, muito lindo por sinal, eu me imaginei há uns dez anos atrás, tendo em mente a idade que mais ou menos você deva ter e idade que eu tinha naquela época…

    “Creio que todas as pessoas são felizes ao seu modo, mas me pergunto: como vivem as pessoas rancorosas, aquelas que não sorriem por nada, vivem reclamando de tudo e de todos? É falta de amor? O que acontece com elas?”

    Certamente.
    E com o passar dos anos é que a gente aprende que o amor não se suplica, mas se conquista. E com um grande sorriso no rosto!

    Parabéns!
    Júnior.

  11. Ray

    É ultimo romance em referencia ao Los Hermanos???

    Sabe que as vezes – muitas – eu penso como vc?!!! Como as pessoas podem ser rancorosas e tão sem sentimentos assim?
    Foi bacana ler o seu texto e imaginar que na verdade essas pessoas podem sim, ser emocionadas por alguma coisa, nem que seja um pouquinho…

    Aloha,

    Ray*

    P.S: Perguntei prq AMO los hermanos e essa música em especial…

  12. Isso não é problema para mim, sou emotiva até demais.Abraços!

  13. Thay

    Eita Bruna,,,
    confesso que gosto de andar só,, gosto de estar acompanhada tbm, mas hj…. antes soh do que sei lah o que hehe. Andar só eh sempre uma fonte de prazer interessante, para observar (-se), descobrir (-se), pensar (-se), repensar… tanto eh bom que vc pensou nessas coisas todas que tão no teu post!!!
    mas enfim, sobre as emoções, como diria Roberto, são tantas!!! rsrsrs…. graças a Deus ainda tenho a capacidade de me emocionar com diversas milhares de coisinhas hehe… sou ateh emotiva demais as vzs, mas fazer o q neh?!
    soh lamento pelos que, com o tempo, vão perdendo a graça de ver A graça nas coisas da vida.

    fica aki em resposta mais uma musica do Engenheiros que eu me identifico muito:

    Ando só
    Pois só eu sei
    Pra onde ir
    Por onde andei
    Ando só nem sei por que
    Não me pergunte o que eu não sei
    Pergunte ao pó
    Desça ao porão
    Siga aquele carro ou as pegadas que eu deixei
    Pergunte ao pó por onde andei
    Há um mapa dos meus passos nos pedaços que eu deixei
    Desate o nó
    Que te prendeu
    A uma pessoa que nunca te mereceu
    Desate o nó que nos uniu
    Num desatino, um desafio
    Ando só
    Como um pássaro voando
    Ando só
    Como se voasse em bando
    Ando só
    Pois só eu sei andar
    Sem saber até quando

    ^^
    ateh a porxima

    bjim

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s